Banda Larga: O que é isso, para que serve e como funciona essa tecnologia de conexão à Internet?

Como o uso da banda larga cresce ao redor do mundo, podemos estar preocupados com o que ela é e como ela funciona. Muitos de nós podemos até estar usando uma conexão e não saber que estamos fazendo isso.

Hoje vamos aprender tudo sobre largura de banda e como utilizá-la. E para que não nos confundamos entre banda larga e banda estreita ou conexão de fibra, trazemos algumas seções que mostram as diferenças.

Poderemos também medir a velocidade da nossa conexão, seguindo os passos que deixamos a seguir. Tais passos são bastante simples e curtos.

O que é banda larga e para que serve este tipo de conexão à Internet?

Este conceito pode variar muito, mas na área de telecomunicações é conhecido como banda larga para uma conexão de rede com alta velocidade de compartilhamento de informações, onde é muito importante a velocidade com que esta é transmitida.

Em outras palavras, podemos dizer que a largura de banda é aquela conexão onde os dados são transmitidos simetricamente para que várias informações sejam enviadas simultaneamente.

Para que uma conexão com dois ou mais canais de dados simultâneos seja chamada de multiplexação, a maioria das conexões banda larga são oferecidas pelos serviços “Fiber to the home”, que significa fibra até a casa, operada por roteadores, cujas velocidades são superiores a 100 Mbps.

Em resumo, qualquer coisa que opere em velocidades de transmissão simétricas é conhecida como uma conexão de banda larga. Este conceito evoluiu no mundo, pois implementa um método de extensão de velocidade. Por exemplo, o ISDN com 128 Kbps deu lugar ao SDSL oferecendo uma velocidade de 256 Kbps, depois evoluiu, passando de 25 para 50 Mbps simétricos até hoje oferecendo mais de 600 Mbps.

Como funciona uma conexão de Internet de alta largura de banda?

Temos que entender que, quando falamos de uma conexão de Internet banda larga, nos referimos a um sistema que utiliza múltiplos canais de dados, cuja função é enviar informações para as diversas redes de assinantes.

Quando implementamos este tipo de conexão ela é conhecida especificamente como conexão sempre ativa, pois a tecnologia implementada para acesso à Internet permanece constantemente conectada, não é interrompida e não bloqueia linhas telefônicas.

Nós, como usuários de Internet banda larga, podemos nos conectar rapidamente à Internet, ao contrário de outras conexões, não precisamos reconectar à rede após o log out e assim evitar atrasos na transmissão de dados, informações ou grandes conteúdos.

Em muitos países a conexão é utilizada, portanto alguns tipos desta conexão influenciam diferentes linhas de assinantes digitais (DSL), como por exemplo:

  • Fibra Óptica.
  • Conexão sem fio.
  • Satélite.
  • Conexão de banda larga através de linhas de energia (BPL).

Mas apesar do exposto acima, devemos levar em conta que, embora na maioria dos casos as conexões DSL sejam consideradas como largura de banda, nem todas podem ser. Uma das características de uma conexão de Internet banda larga é que ela transmite uma largura de comunicação de pelo menos 256 Kilobits por segundo.

A partir da definição de largura de banda podemos definir mais dois conceitos: banda larga móvel e banda larga sem fio. Quando nos referimos à largura de banda móvel queremos dizer que é uma conexão que nos permite uma conexão para dispositivos móveis.

Por outro lado, a conexão de banda sem fio funciona de forma semelhante, embora fornecendo uma conexão de alta velocidade, para diferentes áreas cobrindo uma determinada faixa.

Banda Larga e Banda Estreita Como elas são diferentes?

Quando falamos de uma conexão de banda estreita, queremos dizer que é uma conexão telefônica ou também conhecida como dial up, tem uma velocidade máxima de download de dados de 56 kilobits por segundo, ao contrário da banda larga, que tem uma velocidade máxima de download de dados de 256.512 ou mais kilobits por segundo.

Em outras palavras, uma conexão de banda estreita significa que menos dados estão fluindo a cada segundo, enquanto a largura de banda oferece uma conexão maior para download e upload de dados. Para tornar as coisas um pouco mais redundantes, a banda estreita oferece um caminho de transmissão mais estreito, enquanto a banda larga é mais larga.

Diferenças entre fibra óptica e rede de banda larga

Um meio de transmissão comumente utilizado em redes de dados é conhecido como fibra óptica. É composto de um vidro transparente ou fio plástico, através do qual são enviados pulsos de luz para representar os dados que estão sendo transmitidos.

O feixe de luz permanece confinado e se espalha através do núcleo da fibra com um ângulo de reflexão que está acima do ângulo limite de uma reflexão total.

Estes são utilizados principalmente em grandes telecomunicações, pois têm a capacidade de enviar muitos dados de longa distância, com uma velocidade semelhante à dos rádios. Este é o melhor meio de transporte para a transformação de informações, pois são imunes às interferências eletromagnéticas.

Vantagens desta conexão

  • Boa velocidade de rede
  • Zero problemas com quedas de conexão

Desvantagens da conexão

Se o roteador não tiver a conexão que você contratou, porque a conexão é diferente, se quebrar pode não ser reconhecida por outra.

Diferenças

Como já vimos, a conexão de banda pode nos oferecer ainda mais conexão, pois a conexão pode ser sem fio, ou via satélite. Enquanto a conexão de fibra deve ser feita principalmente através de um fio transparente.

Embora cada um tenha vantagens diferentes, existem algumas características que os tornam muito semelhantes no que diz respeito ao seu comportamento, especialmente na velocidade do compartilhamento de informações.

Qual é a velocidade média de uma conexão de Internet banda larga?

A idéia de conexão à Internet e o estudo da velocidade média vem sendo implementada há muitos anos. O M-Lab foi um projeto que surgiu graças à colaboração de diferentes entidades reconhecidas, como o Google e a Universidade de Princeton. Onde eles mediram a velocidade média de conexão, no mundo em 2018.

Para isso, implementaram um estudo de mais de 160 milhões de testes de velocidade, que foram realizados durante 12 meses em 200 países, o que, por sua vez, determinou que a conexão de banda está em constante crescimento.

O estudo mostrou que houve um aumento muito perceptível. Maior que 2017, onde mostrou uma velocidade média de 9,10 Mbps, sendo este valor 20% superior ao último estudo (realizado em 2017, que obteve 7,40 Mbps)

Muitas das empresas de telecomunicações estão analisando estes estudos para tentar maximizar sua velocidade de conexão, onde notoriamente em 2019 muitos países têm aumentado de forma qualitativa a posição de velocidade da Internet.

Passos para medir a velocidade da sua rede de banda larga de forma fácil e rápida (teste de velocidade)

Através do link a seguir podemos medir a velocidade de conexão da nossa rede. Mas primeiro devemos saber que precisamos estar conectados à rede que queremos saber qual é a sua velocidade.

Para isso, basta completar os seguintes passos:

  • Passo 1: Nós nos conectamos diretamente da nossa porta de Internet.
  • Passo 2: Vamos fechar todas aquelas aplicações que estão em execução em segundo plano.
  • Passo 3: Iniciamos o teste. Para isso, damos no teste de velocidade

O que é multiplexação em redes de largura de banda?

A multiplexação de telecomunicações é conhecida como o procedimento pelo qual diferentes informações compartilham dados através de um mesmo canal. Este processo envolve a extração de um determinado sinal, que localiza um canal de comunicação que é definido como demultiplexante.

O que é multiplexação?

Isto se refere a uma habilidade que permite uma transferência de dados provenientes de diferentes dispositivos, conhecidos como transmissores e receptores, também chamados canais de baixa velocidade a partir de um meio físico, também conhecido como canal de alta velocidade.

Um multiplexador são aqueles dispositivos de multiplexação que combinam os sinais dos transmissores e são enviados através de um canal de alta ou média velocidade.

Tipos de multiplexação

A multiplexação assume diferentes formas e tipos, que são classificados desta forma:

  • Domínio do tempo.
  • Domínio da frequência.
  • Por código.
  • Comprimento de onda.

Este termo é utilizado principalmente no campo das comunicações, permitindo assim um amplo desenvolvimento da tecnologia. Este termo tem permitido o estudo das velocidades de conexão e do número de canais que existem entre cada rede, portanto seu termo está relacionado com a largura de banda.

This post is also available in: English (Inglês)

Deixe um comentário