IMAP Internet Message Access Protocol: O que é, para que serve e em que camada funciona?

Para poder desfrutar dos e-mails em nosso celular ou no computador, existem diferentes protocolos que permitem que os servidores desses e-mails funcionem de forma sincronizada. Graças a estas ferramentas, podemos ter um equipamento perfeito no envio e recebimento de mensagens.

Uma questão importante que caracteriza os protocolos é a distinção que eles fazem em relação à hospedagem dos e-mails no servidor. De acordo com cada um deles, poderemos ver o cabeçalho do correio antes de abri-lo ou baixá-lo diretamente e apenas lê-los.

Mostraremos a você o que são os protocolos IMAP, POP3 e SMTP e como funcionam em nossos e-mails. Também lhe mostraremos como configurar suas contas de e-mail Gmail, Outlook e Yahoo!

O que é IMAP ou Internet Message Access Protocol e como ele funciona?

IMAP é a sigla para Internet Message Access Protocol” (Protocolo de Acesso à Internet). Consiste em um conjunto de determinadas regras que se aplicam ao armazenamento de mensagens de e-mail no servidor de correio da Internet.

Graças a esta ferramenta, você pode trabalhar diretamente do lado do servidor, pois ela permite acessar e criar, modificar ou excluir pastas e arquivos remotamente.

Nossos dispositivos, baixe apenas o cabeçalho dos e-mails, enquanto o resto da mensagem permanece no servidor. Desta forma, os usuários podem escolher quais e-mails visualizar e quais não, e podem modificar a pasta dos arquivos recebidos.

Além disso, tem a vantagem de que todos os dispositivos com os quais podemos acessar o servidor da nossa conta de e-mail, são atualizados automaticamente. Isto porque a sincronização é permanente, de acordo com a exigência da plataforma de correio.

Este não é o caso do POP, que é outro protocolo utilizado na recepção de e-mails, pois funciona diretamente em nossos dispositivos e a sincronização dos mesmos é feita em determinados intervalos.

Em que camada do modelo OSI o IMAP atua e com quais protocolos ele interage?

Tanto o IMAP para recuperação de e-mails quanto o SMTP, utilizado no envio de e-mails, interagem na “sétima camada” do modelo OSI. Embora seja verdade que o usuário não trabalha diretamente com este nível, ele utiliza diferentes softwares ou programas para que estes interajam para reduzir a complexidade apresentada na codificação.

Lembre-se que este nível do modelo OSI consiste em oferecer todas as aplicações para acessar os diferentes serviços das outras camadas, a fim de trocar dados. Desta forma, podemos perceber que o IMAP interage com protocolos como SMTP ou POP (que já discutimos).

Mas também podemos nomear outros, que são utilizados na transferência de arquivos como FTP, ou DNS para traduzir os códigos dos domínios da Internet, ou outros utilizados para acessar páginas web, como HTTP.

Quais são todas as versões do protocolo IMAP que existem?

As versões existentes do protocolo IMAP são:

  • Protocolo IMAP2: Na primeira versão e foi lançado em 1988. Sua principal função era estabelecer diferentes mecanismos para e-mails.
  • Terceira versão ou IMAP3: entrou no mercado de tecnologia em 1991, mas não teve muita aceitação, pois era um contraponto ao protocolo de acesso RFC 1176.
  • IMAP2 bis: Esta versão tinha algumas limitações como se o usuário perdesse os dados de um computador, ele não podia recuperar os e-mails, pois permitia ter apenas um PC para interagir com os e-mails.
  • IMAP4: Esta é a versão atual utilizada. Foi projetado como um contraste com a versão IMAP3 de 1991. Graças a este, o protocolo dos usuários mudou, já que os mesmos agora podem lidar com os e-mails de forma direta a partir do servidor.
  • IMAP4rev1: Criado em 2003. Tem a vantagem de poder ouvir os e-mails antes de descarregá-los completamente.

Como configurar o POP3 dos principais serviços de e-mail?

Podemos configurar no PC o POP3 dos principais serviços de e-mail do nosso dispositivo móvel. Para isso, devemos realizar diferentes passos de acordo com cada um desses operadores de serviço de e-mail.

Dê uma olhada!

Google Gmail

Para configurar o POP3 em sua Conta Google, você precisará fazer login no Gmail e seguir este guia:

  • Vá para “Configurações”, esta opção está localizada na parte superior direita da tela e é representada por um ícone de engrenagem.
  • No menu superior, escolha a guia “Contas e importação”.
  • Depois vá para “Adicionar uma conta de e-mail”.
  • Neste ponto, você precisará digitar seu endereço de e-mail para anexar ao Gmail.
  • Pressione “Próximo”.
  • Uma vez que você tenha inserido seu endereço, clique em “Importar correio de mim outra conta (POP3)” e clique em “Próximo”.
  • Ir para “Dados no servidor POP”. Você terá que escrever seu nome de usuário e senha e no POP Server, você terá que escrever o nome da Porta. Por exemplo, se você tem uma conta laranja gratuita, você terá que digitar “pop.orange.es” e “110” Estes dados podem ser encontrados em seu servidor de e-mail particular.
  • Nesta etapa você terá que escolher se deseja ou não manter uma cópia do seu e-mail baixado no servidor. Para fazer isso você terá que marcar a opção “Deixar uma cópia da mensagem no servidor”.
  • Escolha “Use SSL”, onde você deve habilitar ou desabilitar esta opção de acordo com suas preferências.
  • É hora de confirmar que você deseja enviar os e-mails da sua conta do Google. Para fazer isso, escolha “Sim, quero poder enviar correio como…” e depois selecione “Próximo”.
  • Digite o nome do remetente e os dados do servidor SMTP. Se continuarmos com o exemplo da Orange, você terá que escrever em “Outgoing server (SMTP)” o número “25”.
  • Uma vez que você tenha completado todos estes passos você deve voltar para “Adicionar conta”.
  • Selecione ‘Gmail confirmation – Enviar e-mail como…

Copie o código de confirmação por e-mail, que será enviado diretamente para você pelo Google. Uma vez inserido este código, você precisará rever suas configurações pessoais, para poder verificar se suas configurações estão corretas.

Microsoft Outlook/Hotmail

Antes de começar a configurar no Outlook, você precisará autorizar sua conta POP no Hotmail. Para fazer isso, você precisará seguir este pequeno guia:

Você deve ir para “Opções”, em “Mail” escolha “Contas” e depois selecione “POP ou IMAP”. Uma vez que você tenha feito estes passos, você precisará escolher “Permitir dispositivos e aplicações para usar POP” e então você precisará permitir “Excluir mensagens no Outlook”. Clique em “Salvar”.

Uma vez concluídas estas etapas, você deve apenas abrir o Outlook e seguir estas instruções:

  • Vá para o Outlook e clique em “Arquivo”.
  • Em seguida, selecione “Adicionar conta”.
  • Selecione “Configuração manual ou tipos de servidores adicionais”.
  • Clique em “Próximo” e escolha “POP ou IMAP”.
  • Em “Configurações de conta IMAP e POP”, você precisará preencher seu nome e outras informações, como sua senha e lembrar-se dela.
  • Clique em “Voltar”.
  • Selecione o servidor de saída e escolha “Usar as mesmas configurações do meu servidor de entrada de e-mail”.
  • Clique em “OK” e vá para a aba “Avançado”.
  • Em “Servidor de entrada (POP3)” digite “995” e em “Servidor de saída (SMTP)”, você deve digitar “587”.
  • Escolha “TSL” em “Use o seguinte tipo de conexão criptografada”.
  • Em seguida, selecione as configurações desejadas se você deseja ou não deixar uma cópia das mensagens no servidor.
  • Para finalizar, clique em “OK”.

Yahoo!

No caso do Yahoo! mail a configuração é a mesma do Gmail, você só tem que mudar o “Incoming mail server (POP3)”, onde você terá que escrever “pop3.mail.yahoo.com”, na Porta “993”.

Em “Outgoing mail server (SMTP)” você vai entrar em “smtp.mail.yahoo.com” e na Porta “587”.

Em ambos os servidores de e-mail você deve escrever “Yes” em “SSL required”. Desta forma, você terá configurado seu e-mail do Yahoo! de uma forma muito simples. Lembre-se que, se você tiver problemas na sincronização, recomendamos que você inicie todos os passos novamente. Isto fará com que a configuração seja um sucesso.

IMAP vs POP3 Como eles são diferentes e qual é melhor para acessar mensagens online?

As diferenças entre o IMAP e a terceira versão do POP são muito claras, de acordo com a forma como seus parâmetros operam.

Mostramos abaixo os mais destacados:

O IMAP trabalha constantemente com uma conexão com o servidor de e-mail. Isto nos permite ter um aviso imediato em nossos dispositivos de que um e-mail chegou. O mesmo não acontece com o POP3, pois sua forma de trabalho tem uma conexão pré-determinada com o servidor através de um tempo, que podemos configurar em intervalos de 5 minutos quando entramos na conta de nossos dispositivos.

Outra diferença importante é que com o IMAP podemos ver entre duas e três linhas do extrato do e-mail recebido. E se contiver anexos, eles não serão baixados automaticamente, pois poderemos ver o nome e formato dos mesmos. Este não é o caso do POP3, pois não temos a possibilidade de ver a declaração porque o corpo da mensagem e os arquivos anexos são baixados juntos quando acessamos o novo correio recebido.

O armazenamento que ocorre, via IMAP, é feito no servidor. Desta forma, podemos modificar diferentes pastas, como as enviadas ou rascunhos remotamente. Ao trabalhar com um protocolo POP3, o armazenamento é produzido em nossos dispositivos e não temos a opção de modificar nada no servidor.

Se precisarmos ter mais de um dispositivo acessando o servidor, podemos fazê-lo sem qualquer problema com o IMAP, já que as informações em cada um deles serão atualizadas. Este não é o caso do POP3.

Todas as pastas e rascunhos podem ser lidos diretamente com o IMAP, não quando se utiliza POP3. A menos que já esteja localizado em nossa caixa de entrada de e-mail.

Uma das vantagens mais marcantes do IMAP é que ele permite rotular os e-mails de acordo com diferentes categorias, seja pelo critério do remetente ou dando-lhes uma importância diferente. Todas estas etiquetas são hospedadas no servidor de e-mail, portanto não é necessário modificá-las novamente quando temos que entrar com outro dispositivo que não seja o principal.

O POP3 nos permite ter sempre espaço no servidor, assim não temos que nos preocupar em apagar todos os e-mails que estão hospedados nele, desta forma temos a vantagem de sempre receber os e-mails. Este não é o caso do IMAP pois, se esquecermos de excluir os e-mails do armazenamento do servidor, não poderemos admitir mensagens através da Internet quando o limite máximo for atingido.

O tempo de conexão utilizado no POP3 é curto, pois você só precisa se conectar para fazer o download do e-mail. Portanto, se formos utilizar nossos dados móveis em Smartphones, isto pode consumir menos megabytes contratados com qualquer operadora de telefonia.

Quando precisamos realizar uma busca específica dos e-mails, com o IMAP o faremos de uma forma fácil. Isso porque o servidor nos permite ter essa certa variedade de critérios.

IMAP vs SMTP O que é melhor e como cada um é diferente?

Como vimos até o momento, POP3 e IMAP são dois mecanismos ou protocolos de e-mail utilizados para armazenar todos os e-mails que recebemos até que eles sejam lidos. Em seguida, eles serão armazenados no servidor ou diretamente em nosso computador.

Para que isto funcione corretamente, deve haver outros protocolos que permitam a transferência de mensagens eletrônicas para o servidor ou para os nossos dispositivos. Para isso existe o protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol). Este é um mecanismo que consiste em transferir as mensagens para as diferentes caixas de correio.

Desta forma, podemos dizer que são duas tecnologias com funções diferentes, mas essenciais para o bom desempenho de um e-mail.

This post is also available in: English (Inglês)

Deixe um comentário